A Educação Física é um dos cursos mais amplo quando falamos no mercado de trabalho pois, traz diversas chances aos graduados. Não é à toa, que tornou-se disciplina obrigatória nos ensinos fundamental e médio do país. Entender as diferenças do bacharelado e licenciatura em Educação Física, dessa forma, é importante para quem deseja trilhar essa carreira.

Isso porque cada uma conta com jeito próprio, em especial quando falamos das profissões que quem já se formou pode seguir após o término do curso. Ainda, tem como diferença: cargas horárias, grades com disciplinas específicas, métodos específicos e, claro, vagas diferentes nas instituições de ensino superior e em outros locais.

Vale lembrar que as duas possuem coisas em comum: são da mesma área de atuação, contemplam com um diploma universitário e abrem portas para especializações, como pós-graduação, mestrado, doutorado, entre outros.

Pensando nisso, fizemos este artigo completo explicando os pontos em comum e as principais diferenças entre o Bacharelado e Licenciatura em Educação Física. Assim, você pode escolher o curso que mais se adapta às suas necessidades e objetivos. Acompanhe.

Licenciatura em Educação Física

Em primeiro lugar vamos falar sobre os cursos de licenciatura em Educação Física. O seu principal ponto é que é uma graduação voltada a quem deseja ser professor dessa disciplina na Educação Infantil, Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio.

Isso porque os cursos de licenciaturas são voltados para a formação de docentes, para a educação básica brasileira. Seguem as mesmas linhas de cursos similares, como os de Matemática, Letras, Biologia, Química, entre tantas outras.

A sua grade curricular conta, com aulas sobre atividades e práticas físicas. Voltadas para a didática pedagógica. Vitais para um bom professor. E, como em qualquer graduação, a pessoa formada em Educação Física pode seguir a sua carreira na pesquisa científica, sendo um professor de faculdade. Para isso, pós-graduação é sempre uma boa opção e conta muito para quem opta por esse rumo.

Bacharelado em Educação Física

Já os cursos de bacharelado em Educação Física são mais ‘específicos’. Pois, abrem um leque maior de opções para seguir. Por exemplo, a grade curricular é voltada mais a prática que a teoria. Não que a teoria deixe de ter importância no curso.

Por exemplo, um bacharel em Educação Física pode trabalhar como personal trainer, ou exercer outras funções em academia. Como atuar junto a atletas e equipes ou até mesmo ser um preparador físico em clubes desportivos.

Até pouco tempo atrás, por exemplo, era regra ser bacharel em Educação Física para ser treinador de futebol. Mas, isso não afeta pois, a sua área de atuação ainda é enorme.

Assim como a licenciatura, pode-se optar por seguir carreira académica, tornando-se professor ou pesquisador. Através das várias pós-graduação que o bacharelado em Educação Física oferece.

Diferenças pontuais

Há outras diferenças pontuais, que podem nos ajudar a entender o que separa um Bacharelado e uma Licenciatura na área de Educação Física. São elas:

  • A carga horária de cada uma. De acordo com a Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CES/CNA). O Bacharelado, através da Resolução 7/2004, possui uma carga horária de 3.200 horas, divididos em quatro anos.
  • Já a Licenciatura, pela Resolução número 1/2002 do Conselho Nacional de Educação – Conselho Pleno (CNE/CP). Tem a carga horária de 2.800 horas, a serem compridas em três anos de curso. Em alguns estados podem haver outras regras sobre a profissão. Por exemplo, para que os profissionais exerçam, ou não, alguns ofícios próprios da Licenciatura ou Bacharelado.

Qual escolher?

A decisão fica por conta da qual a pessoa se identifica mais. Por exemplo, a licenciatura de um modo geral é mais curta que o bacharelado. Por outro lado, um bacharel tem uma média salarial maior, ao menos no início após se formar.

A questão do salário, vale destacar, depende muito do emprego que a pessoa for atuar. Mas aqui podemos citar que o bacharelado ainda leva uma pequena vantagem. Outro ponto é o mercado de trabalho: a licenciatura possui uma procura maior por professores de Educação Física. Enquanto o bacharelado vai de acordo com as exigências de mercado.

Duas formações em uma

O que poucos sabem é que de acordo com a instituição que a pessoa escolher. É possível ter os dois diplomas sem precisar ficar sete anos no curso, se somado o tempo das duas, na faculdade. Isso porque há várias disciplinas que estão nas duas grades, e podem ser usadas.
Alguns exemplos são:

  • Esportes como Futebol e Futsal, Voleibol, Atletismo, Handebol, Ginástica e Atividades Aquáticas;
  • Questões de grande importância como: Anatomia aplicada à Educação Física e o Desenvolvimento Motor;
  • Matérias que estão presentes em todas as áreas e, que neste campo, é listada pela História da Educação Física.

Não há uma ordem de qual é a mais importante, mas optar pelo Bacharelado antes pode te ajudar a ter apenas a teoria no seu segundo curso. Já que a Licenciatura permite se alocar de forma mais rápida no mercado de trabalho. E focar nos seus estudos da pós-graduação.

Semelhanças entre os cursos

Há várias quando falamos de Bacharelado e Licenciatura em Educação Física.
Entre elas:

  • Contribuir com a condição física e bem-estar das pessoas. Sejam alunos de escolas ou não;
  • Melhor área de atuação para quem deseja seguir uma carreira focada nos esportes, sendo atleta ou não;
  • União de teoria e prática em conceito de exercícios, treinos, planejamento corporal e outros benefícios diretos à saúde através do movimento;
  • Capacidade de contribuir de maneira social com pessoas que precisam de reabilitação. Mas sendo um relevante meio junto a fisioterapia para melhora de traumas.

Cursos que valem a pena

Diferente de outros cursos, a disputa por vagas, no Bacharelado de Educação Física e, ainda mais, na Licenciatura da área é bem menor. Isso, em nada, qualifica menos os cursos, pois nem todos têm a capacidade de seguir uma carreira ‘em constante movimento’.

O importante é entender que, em um mundo que cada vez mais exige cuidados com o corpo, aumento da performance e preocupação com a saúde. Pois, a Educação Física tornou-se essencial e os profissionais precisam buscar ser os melhores na sua área.

Ao compreender as diferenças do bacharelado e da licenciatura em Educação Física, não deixe de saber mais sobre as outras áreas de graduação: acesse o nosso site e conheça todos os nossos cursos!

Categorias: Diversos

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.