O ensino abrange diversas chances e experiências para aluno e professor dentro desse universo tão amplo. Ensinar é transmitir experiência teórica e prática, de modo intencional, para outros. O assunto é complexo. Até hoje, por exemplo, ainda se discute qual o propósito de ensinar.

Vários estudiosos já tentaram responder a essa pergunta e seus efeitos que, apesar de distintos, têm sempre o mesmo fundamento. O ato de ensinar é uma troca que se apoia no propósito de compartilhar um saber que será recebido segundo as vivências de cada um.

Essa reflexão é relevante porque dá norte ao trabalho do professor, já que dá a ele a chance de pensar sobre o objetivo dessa função. Além disso, ajuda a buscar meios de exercê-la da forma mais adequada. O intuito é alcançar as principais metas da Educação, como formar cidadãos conscientes do seu papel na sociedade e de seus deveres como indivíduo.

A evolução da Educação com o passar dos anos

Todas as coisas mudam tão rápido e não há mais espaço para a estagnação. Assim, as definições a respeito do ensino mudaram muito com o passar do tempo. Cada vez mais, o processo de aprender e ensinar exige de todos os envolvidos muita entrega, dinamismo e mutualidade. Isso inclui professores, alunos, governantes e sociedade.

Não se pode enxergar a Educação apenas como uma linha reta que começa no ensinar e termina no aprender. Mas, é preciso enxergar como um elo que não tem começo e nem fim, formado por uma relação mútua entre o professor e o educando. Essa relação permite uma troca de experiências: quem ensina aprende e quem aprende ensina; como muito bem definiu Rubem Alves.

A transformação do propósito de ensinar está no centro das mudanças que a Educação sofreu. As escolas que representam as necessidades do mundo em que vivemos não possuem mais seu formato tradicional.

Educação, ensino e tradição

Não há mais espaço para os métodos tradicionais de ensino representados por professores que, em posse dos seus livros didáticos, abordam conteúdos de forma maçante. Professores diante de alunos enfileirados e entediados querendo que aquilo acabe o mais rápido possível.

A realidade é que, se em algum tempo, o propósito de ensinar envolvia o professor como protagonista e o aluno, simples observador, a ideia agora é fazer com que haja uma interação. Para que, assim, todos possam ter seu lugar, de modo que as vivências de cada um façam parte da construção do outro.

Além disso, o tradicionalismo focado em uma exploração de livros e conteúdos padrões deu espaço a imersão. A tecnologia pode oferecer muito à respeito do conhecimento e do acesso à informação. Portanto, é bom aproveitá-la.

Até mesmo os ainda adeptos a um estilo mais tradicional de ensino têm se rendido aos recursos tecnológicos. Essa é a nova realidade dos estudantes e é preciso acompanhá-la para que não se crie uma barreira fundada em confronto de gerações.

Um novo propósito, diante de uma nova realidade

O propósito de ensinar é considerado também por novas mentes com novas ideias focadas nas experiências individuais dos estudantes. Aprender é um elemento particular que ocorre de forma diferente para cada pessoa. Essa é a beleza da coisa toda: as pessoas aprendem de acordo com a realidade em que vivem e sua forma de assimilar os conhecimentos.

Dentro dessa perspectiva, a arte de ensinar passou a ser mais complexa e exigir mais do professor. Essa figura não pode mais continuar seguindo uma forma engessada de transmitir saber. O professor precisa moldar os seus métodos de acordo com as singularidades de seus alunos. A tarefa não é fácil, mas é necessária! E o assunto deve sempre ser abordado dentro dos debates sobre a Educação.

O processo de aprendizagem passou a ser visto como algo que deve acontecer de forma natural. Assim, não há imposições ou uso de métodos ultrapassados baseados em absolutismo. O estudante precisa se sentir motivado e instigado a buscar conhecimento. A partir daí, ele consegue aplicar o que aprendeu à realidade do seu meio, tornando aquele conteúdo importante para si.

Os desafios do professor

Um dos maiores desafios do educando é cumprir a missão de fazer do ensino uma ferramenta para o despertar de um ser humano. O sujeito tem suas bases construídas por meio da Educação, uma vez que o sistema nem sempre contribui com essa necessidade. Assim, é necessário muito mais do que uma boa didática para enxergar as singularidades de cada um.

Ainda assim, vale a pena se esforçar porque é dessa forma que o professor pode alcançar um dos objetivos mais importantes na Educação: usar as percepções de cada aluno em favor dos métodos para a construção do mesmo como cidadão. Um ser humano consciente.

Isso tudo significa que cumprir a grade escolar está muito aquém do propósito da Educação. O que realmente importa e faz toda a diferença no processo de ensinar é contribuir com o desenvolvimento humano também dentro dos espaços escolares, como uma extensão de todos os demais círculos em que o aluno está inserido e que contribuem com sua construção como indivíduo.

Missão do educador

Você pode entender o aprendizado nos mais variados ambientes e situações. O educador pode perceber seu propósito por meio de diversos tipos de interações. Sua missão é muito mais do que ensinar conteúdos, aplicar provas, sugerir atividades e cumprir todas as exigências da sua disciplina.

Do mesmo modo, é preciso perceber que o processo de aprendizagem não se associa apenas a objetivos, como passar de ano, passar no vestibular, ingressar na faculdade e ter um bom emprego ou uma boa profissão. É por meio dessas reflexões que o professor consegue perceber que a sua contribuição é parte importante na formação e transformação de um ser racional, crítico, influente e convicto das suas responsabilidades enquanto cidadão.

#vemprasensu

Gostou do artigo? Então, acesse nosso site para ter acesso a outros conteúdos sobre o incrível universo da Educação, aproveite para conhecer nossas opções de cursos nas diversas áreas do conhecimento e, se desejar, entre em contato conosco para esclarecer suas dúvidas.

Categorias: Educação

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.