A logística, o transporte de produtos e serviços é essencial para a produtividade e o sucesso de quase todos os setores e negócios. Assim, o bloqueio do tráfego e as infraestruturas ineficientes geram atrasos, além de uma enorme sobrecarga para as empresas. Isso sem contar os altos custos ligados a esses processos.

Desse modo, é fácil notar que o fluxo de mercadorias é base para promover o avanço da economia e ditar o nível de competição do mercado mundial. E é nesse ponto que entra o profissional de Logística, o qual fará a gestão de meios e materiais.

O curso de Logística, portanto, é voltado para a área de transportes e suas Ciências, com o objetivo de formar um trabalhador capaz de gerir e prover recursos e informações a uma organização. A logística, sobretudo, é um campo em avanço e evolução, e tudo indica que esse mercado continuará aquecido pelas próximas décadas.

Nesse campo de atuação, o profissional busca conceitos, métodos e princípios quanto ao movimento de produtos e de serviços eficazes. Pensando, desse modo, sempre de um ponto A a um ponto B e no melhor meio para executar a ação, como, por exemplo:

  • Carro;
  • Avião;
  • Trem;
  • Navio.

Um tecnólogo em Logística é versátil, que se baseia na Física, na probabilidade, no controle e nas pesquisas operacionais. Para que, assim, possa garantir que tudo seja feito do melhor modo, com custos reduzidos e aumento da agilidade.

Mas, na prática, você sabe como esse profissional trabalha? Para descobrir mais a respeito, é só continuar lendo este artigo.

Quais são as responsabilidades de um tecnólogo em Logística?

Em suma, o Tecnólogo em Logística é o responsável pela cadeia de suprimentos de uma organização. Geralmente, as suas tarefas incluem:

  • Criar boa relação com fornecedores;
  • Entender as necessidades dos clientes;
  • Garantir o transporte de materiais em tempo hábil;
  • Reduzir os custos do movimento de mercadorias.

São várias as obrigações de um especialista da área de Logística e elas mudam de acordo com o setor em que se está inserido. Abaixo, você pode descobrir algumas dessas funções e como são executadas.

Responsabilidades em Logística

Profissionais da área de Logística devem analisar informações para identificar, bem como resolver diversos problemas operacionais na rede entre uma empresa e seus fornecedores. Para que, assim, possa produzir e distribuir um produto específico ao comprador final.

Por meio de planejamento estratégico e avanços tecnológicos, esse profissional foca em melhorar o desempenho da empresa. Ele deve também fornecer conselhos estratégicos sobre:

  • Processamento de pedidos;
  • Gerenciamento de materiais;
  • Produtividade;
  • Procedimentos de fabricação;
  • Controle de qualidade;
  • Transporte de mercadorias.

De olho na expedição

Um tecnólogo em Logística pode ser responsável por auxiliar os departamentos de expedição. Deve, assim, ter contato direto ou indireto com motoristas, focar na otimização de rotas, revisar métricas de desempenho e suprir as expectativas de atendimento dos clientes.

Outro ponto é a questão dos custos logísticos e dos preços, que costumam variar bastante, de modo mensal e sazonal. Esse profissional, então, deve garantir que as operações sejam feitas dentro do orçamento estabelecido.

Gerenciamento da cadeia de suprimentos

Atividades da cadeia de suprimentos incluem a colaboração das equipes em projetos de transporte, em sua entrada e saída. O que exige coordenação de vários fornecedores de serviços.

Portanto, para entender as relações de contratos de transporte, sistemas e redes é função dos profissionais de Logística manter contato direto e contínuo com gerentes das várias áreas. Tudo isso para oferecer soluções criativas.

Um tecnólogo em Logística deve também estabelecer, monitorar e ajustar as principais métricas de desempenho. Para que, desse modo, ele garanta que os custos da cadeia de suprimentos estejam dentro dos valores projetados.

Em suma, o foco do profissional deve estar em:

  • Construir serviços de Logística e relações comerciais, para melhorar o fluxo da cadeia de suprimentos, assim como o cronograma das entregas;
  • Gerir a relação com prestadores de serviços e sugerir processos de entrega inovadores.

Gestão de materiais

Essa é outra função designada a um profissional de Logística. Em determinadas áreas, o especialista deve fazer supervisão do fornecimento da matéria-prima necessária para apoiar a produção da empresa.

As instalações da empresa são ambientes com alta demanda, carecendo de processos ágeis e capazes. Um tecnólogo em Logística deve também promover a cultura de segurança da organização, além de criar treinos voltados para o assunto.

Esse profissional faz a gestão do recebimento, do processamento e também da disposição oportuna de materiais. Além disso, ele planeja, solicita e garante o armazenamento de insumos, de acordo com as diretrizes dadas por fornecedores ou órgãos regulamentadores.

Quando esse profissional atua em fábricas, é de sua responsabilidade averiguar as atividades de reposição e armazenagem de matérias-primas, incluindo:

  • Configuração de maquinário;
  • Estimativa de uso diário das máquinas e equipamentos;
  • Estimativa de reabastecimento.

O que mais um tecnólogo em logística faz?

Como você pôde observar, o campo da Logística é vasto. Por isso, pode garantir uma rápida colocação do profissional no mercado. Entre as inúmeras funções de um tecnólogo em logística também podemos citar:

  • Gestão de:
    • produção;
    • contratos, licitações e terceirizações;
    • projetos;
    • qualidade;
  • Logística reversa;
  • Planejamento e controle de materiais.

Habilidades e requisitos do bom tecnólogo em Logística

Como todas as áreas, existem pontos cruciais para se tornar um exímio profissional de Logística.

Por isso, é preciso lembrar que esse setor é construído com base na Matemática e na gerência de distribuição. O que significa dizer que as empresas usam equações e sistemas para analisar vários cenários do mercado.

De modo geral, as habilidades estimadas entre os tecnólogos em Logística são:

  1. Quantitativas: foco na análise de dados, tendências, assim como, problemas a serem resolvidos;
  2. Sociais: o setor de Logística depende, de modo direto, da comunicação entre todas as partes, como, por exemplo, clientes e fornecedores;
  3. Com negócios internacionais: é preciso conhecer processos e regulamentações que envolvem importações, bem como exportações;
  4. Com gerência: seja no ato de gerir pessoas ou mercadorias, o profissional de Logística deve ser capaz de “trabalhar a Logística” dentro da própria Logística.

Assim, vê-se que esse é um profissional indispensável no mercado atual, tanto local quanto global. As empresas que possuem um bom time de profissionais nessa área se destacam pela eficiência nos processos e melhores resultados financeiros.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre esta área? Então, aproveite para acessar a nossa página e venha conhecer os nossos cursos e começar hoje mesmo a investir em sua carreira.

Categorias: Logística

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.