A Faculdade Sensu entende a importância de acompanhar as mudanças sociais, culturais, econômicas e políticas para oferecer cursos superiores conectados com a realidade contemporânea. Por isso mesmo, oferta, em seu curso de Direito, a disciplina de Direitos Humanos. Eles são direitos inerentes a todos os seres humanos e isso independe de origem, raça, idioma, religião ou filosofia política.

Assim, para experimentar um pouco do que encontrará no curso, continue a leitura e saiba mais sobre os Direitos Humanos e a sua importância!

Uma breve história

Os Direitos Humanos surgiram após a Segunda Guerra Mundial, como uma resposta diante das barbáries cometidas pelos países envolvidos nesse conflito. Eram comuns, então, a tortura, as mortes, a perseguição política e religiosa, por exemplo.

De acordo com a Organização Internacional Unidos Pelos Direitos Humanos, foi em 1945 que delegados de diversos países do mundo se reuniram. O encontro ocorreu nos Estados Unidos, em São Francisco, com o objetivo de promover, então, a paz entre os povos e prevenir futuras guerras.

O encontro ficou conhecido como a Conferência das Nações Unidas. Assim, o evento marcou, de modo simbólico, o surgimento dos Direitos Humanos.

Mais tarde, em 1948, a Comissão das Nações Unidas elaborou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, documento registrado então como o marco formal dos Direitos Humanos. Desse modo, a Declaração dos Direitos Humanos tornou-se uma referência para vários países, dentre eles o Brasil, que se tornou signatário.

O reflexo dos Direitos Humanos é perceptível no Brasil, a partir, inclusive, da Constituição Federal de 1988, mais precisamente em seu art. 5o. Assim, pela Carta Magna, todos os cidadãos iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo a todos o direito à vida, à liberdade, à propriedade e à segurança.

Qual a importância dos Direitos Humanos?

Os Direitos Humanos são importantes, porque asseguram os direitos de todos e servem como freio diante injustiças cometidas contra os povos de várias nações. O direito de um julgamento justo e neutro, por exemplo, em que seja assegurada a ampla defesa ao acusado, é consequência dos Direitos Humanos. Outro exemplo cotidiano é o preconceito institucional que ainda se vê contra negros e indígenas, que tenta abolir os direitos desses grupos de pessoas.

Portanto, os Direitos Humanos asseguram os direitos e garantias das pessoas, sobretudo, vulneráveis, que são com frequência excluídas em razão de sua origem, religião, filosofia política e raça.

Gostou do que leu e ficou querendo saber mais?

A boa notícia é que você pode participar do vestibular da Faculdade Sensu para ingressar no curso de Direito e, assim, aprender muito mais. Além de dessa matéria-chave, aprender também Direito Civil, Constitucional e Penal. Essas são matérias que dialogam entre si, inclusive com os Direitos Humanos.

Para se aprofundar nos Direitos Humanos na Faculdade Sensu, é necessário não só focar nesta matéria, mas buscar saber. E, então, o que esperando? Acesse nosso site e conheça mais sobre o curso de Direito da Faculdade Sensu. Aqui, você aprende com qualidade e sai do curso para o melhor mercado.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.