Filmes: 12 dicas para refletir sobre educação

No centro da imagem um homem de costas. Ele, que tem cabelo castanho curto, veste blusa de frio com listras horizontais nas cores cinza e preto. Ao fundo da imagem, em seu centro a uma televisão com uma amostra de filmes. Em ambos os lados da TV, a um abajur.

Muito mais do que entretenimento, a princípio, produções fílmicas podem ser uma forma de trazer reflexões construtivas. Assim, filmes são, inclusive, uma oportunidade de estratégia educativa, debatendo críticas, culturas e ideologias, dentre outros assuntos.

Por isso, separamos 12 dicas de filmes para refletir sobre educação. Continue lendo para conferir quais são elas!

1. Coach Carter — Treino para a Vida

Esse filme de 2005 baseado em fatos reais conta a história de Ken Carter (Samuel L Jackson). Carter, dono de uma loja de artigos esportivos, aceita se tornar treinador do time de basquete de sua antiga escola em Richmond, na Califórnia.

Quando as notas dos jogadores começam a baixar, Carter fecha o ginásio e interrompe o campeonato, o que provoca uma série de críticas. Mas, o treinador está determinado a fazer com que esses jovens sejam vencedores para além da quadra.

2. Duelo de Titãs

Esse filme de 2000 trata de uma escola de ensino médio na Virgínia que é forçada a integrar adolescentes negros em um colégio só de brancos. A diretora, então, contrata um treinador negro, Herman Boone (Denzel Washington), para comandar o time de futebol americano da instituição.

O amor pelo esporte é colocado à prova enquanto o treinador sofre preconceito por parte não apenas dos outros técnicos, como também de jogadores do seu time.

3. Escritores da Liberdade

Nesse drama de 2007, a professora Erin Gruwell (Hilary Swank), vai parar em uma escola corrompida por violência e tensão racial. Ela não mede esforços para combater o sistema deficiente que subestima seus alunos.

Mas, apesar da hostilidade inicial, a professora mostra aos adolescentes o poder da tolerância e sua capacidade de mudar o mundo. Baseado em fatos reais. Se não assistiu, o filme pode ser encontrado no Vimeo.

4.Como estrelas na terra – toda criança é especial

Esse filme, também de 2007, dirigido por Aamir Khan, é a comovente história de uma criança disléxica que tem muita dificuldade em acompanhar suas aulas e focar a atenção. Portanto, quando o pai o coloca em um internato, a criança entra em depressão.

Desse modo, o professor substituto de artes, Nikumbh, percebe o problema do menino e entra em ação para devolver a ele a vontade de viver.

5. Numa escola de Havana

Esse filme de 2014 conta a história do jovem Chala, menino de 11 anos que mora com a mãe viciada em drogas. Então, para ajudar no sustento da casa, ele treina cães de briga. No entanto, as dificuldades começam a refletir em seu desempenho na escola, em que é aluno de Carmela, professora com quem tem uma relação próxima.

Quando Carmela fica doente e precisa se afastar, Chala não se adapta ao novo professor. Assim, ele é colocado em uma sala para alunos de mau comportamento. Logo depois, quando a professora retorna, ela bate de frente com as decisões do professor e começa a sofrer perseguição na escola.

6 . O Primeiro da Classe

Lançado em 2006, O Primeiro da Classe é um filme baseado em fatos reais que conta a história de Brad Cohen, que tem Síndrome de Tourette e o sonho de ser professor. Assim, durante todo o percurso para realizar seu sonho e lidar com os sintomas da síndrome, ele enfrenta o preconceito, inclusive da família.

7. Preciosa — uma história de esperança

No Harlem de 1987, Claireece “Preciosa” Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que passa por uma série de dificuldades. Ela é violentada pelo pai, abusada pela mãe e cresce, então, sem qualquer tipo de amor.

Pobre e gorda, a menina tem um filho com síndrome de Down, que fica sob os cuidados da avó. Contudo, quando engravida novamente, a adolescente é suspensa da escola e uma professora consegue para ela uma escola alternativa.

8. A Onda

Esse filme alemão de 2008, dirigido por Dennis Gansel, acompanha o professor Rainer enquanto ele cria um experimento para ensinar a seus alunos sobre o Estado Autocrático. O que ele não esperava era que seu trabalho recriaria a Alemanha nazista.

9. Sociedade dos Poetas Mortos

Nesse clássico da década de 90, Robin Williams interpreta o professor John Keating, que trabalha na Academia Welton, um colégio de elite só para rapazes onde há uma grande pressão por notas máximas. O filme traz grandes reflexões sobre o poder transformador da arte e da literatura, bem como debates interessantes sobre a metodologia do professor.

10. Madadayo (1993)

Um excelente filme para debater a cultura e o modelo de educação orientais, Madadayo se passa no mesmo período dos ataques a Hiroshima e Nagasaki. Assim, baseado em fatos reais, o filme acompanha a vida de um professor que, depois de aposentado, continua a influenciar gerações.

11. Que Horas Ela Volta?

Um filme brasileiro de 2015, Que Horas Ela Volta? Conta a história de Val, que deixa sua filha pequena em Pernambuco e muda para São Paulo para buscar emprego e acaba parando em uma casa de classe alta como babá e doméstica. Então, mais de uma década depois, sua filha vai a seu encontro quando se encaminha para a metrópole para tentar o vestibular.

A história traz, assim, grandes reflexões sobre níveis de instrução e oportunidades diferentes em classes sociais diferentes.

12. Quando tudo começa

Esse drama francês de 1999, dirigido por Bertrand Tavernier, acompanha a história de Daniel Lefebvre, professor de uma cidade que sofre com o desemprego causado pelo fechamento das minas de carvão.

Além disso, sem conseguir ignorar a indiferença do governo diante dos problemas da comunidade, ele leva duas crianças para sua própria casa e inicia uma campanha contra o governo local, reivindicando condições mínimas de vida para a população.

Além de todas as dificuldades que enfrenta em sua vida pessoal, Bertrand ainda precisa lidar com a burocracia e as autoridades educacionais.

E, então, já pegou a pipoca?

Além dos 12 filmes em nossa lista, há diversos outros que podem servir a propósitos educacionais e provocar reflexões sobre o mundo a nossa volta. Portanto, há outras formas de pensar sobre o acesso à educação, sobre o papel do professor e sobre as limitações do sistema educacional.

Um consenso, no entanto, é o de que a educação transforma vidas. Por isso, se você deseja ingressar no Ensino Superior, não pode deixar de conferir nossos cursos de graduação, pós-graduação, extensão acadêmica e treinamentos corporativos.

Assim, para conferir, acesse nosso site e siga-nos nas redes sociais. Continue navegando em nosso blog para mais curiosidades.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *