A partir da adolescência, muitos questionamentos e muitas angústias passam a fazer parte da vida. Faz parte do ser humano, seja na fase mais jovem, adulta ou madura, ter as famosas e temidas crises existenciais.

Quem é estudante pode sofrer ainda mais diante de tantas dúvidas sobre o que fazer. Muitas perguntas passam a rondar a cabeça dos jovens que estão no ensino médio e precisam decidir qual carreira seguir.

A dúvida é normal e faz parte do próprio amadurecimento. Porém, quando as crises existenciais persistem muito, os estudantes podem ver seus objetivos de vida prejudicados.

Se você sente que está passando por uma fase difícil e está cheio de dúvidas sobre o que fazer da vida, veja a seguir algumas reflexões e dicas para lidar com esse momento.

O que é crise existencial?

As crises existenciais são fases em que o indivíduo passa por momentos de dúvidas constantes sobre quem se é e o que fazer. De modo intensificado, tudo isso costuma gerar muita angústia.

Entretanto, apesar de ser um tanto incômoda porque dá a sensação de que se está perdido, a crise existencial faz parte da própria condição humana. É como se o ser humano passasse por um processo de incubação, em que fica mais introspectivo e questionador, mas que logo acarretará em tomadas de decisões que de alguma forma o leva a algum lugar.

Por isso, é importante também aceitar as crises existenciais e aproveitar esses momentos para se permitir refletir. Os estudantes, por exemplo, costumam sentir dúvidas sobre qual curso escolher e quando iniciam as aulas, se perguntam se de fato aquela profissão é a que vão seguir.

Apesar de ser um processo do amadurecimento humano, é importante ter atenção para que os objetivos de vida não se paralisem.

Como as crises existenciais atrapalham os objetivos de vida?

Um dos desafios dos estudantes é escolher um curso para entrar na faculdade e se formar em alguma área do conhecimento. Em seguida, ele precisará se organizar para estudar, realizar os trabalhos acadêmicos, assim como fazer as leituras indicadas.

Além disso, muitos alunos ainda precisam conciliar o estudo com o trabalho. E é exatamente neste momento que muitos entram em crises existenciais. Muitas vezes, essas crises podem também se iniciar antes mesmo dos jovens entrarem na faculdade, mas na hora de escolher um curso.

Para evitar que as dúvidas atrapalhem nos objetivos de vida, é fundamental que os pais ofereçam apoio, assim como é indicado a ajuda de um profissional da área de Psicologia. Quando não se consegue tomar uma decisão, os objetivos de vida ficam travados, levando, por exemplo, os jovens a períodos longos de angústia. Por isso, a necessidade de buscar apoio.

Sintomas de uma crise existencial

  • Ansiedade;
  • Muitas incertezas e indecisões;
  • Se sentir perdido diante da vida;
  • Sensação de estar fazendo o curso errado;
  • Desânimo e pessimismo;
  • Crises de choro;
  • Dificuldades para dormir;
  • Sensação de que não é capaz;
  • Dificuldades de traçar metas e definir objetivos;
  • Não ver sentido nas coisas;
  • Vontade de se isolar.

Então, você se identificou em alguns desses sinais? Tem experimentado essas incertezas diante do curso e não sabe o que fazer?

O primeiro passo é reconhecer a crise existencial, aceitar que se trata das adversidades da vida, mas ter consciência de que é preciso buscar apoio para que a vida não fique travada.

Como lidar com as crises existenciais?

Apesar de não ser uma doença, a crise existencial precisa de atenção para não atrapalhar a vida dos estudantes. Dialogar com alguém de sua confiança e expor o que sente pode trazer resultados bem positivos, até mesmo para que se sinta mais leve. Mas, o ideal é conversar com um (a) psicólogo (a).

A seguir, leia então algumas dicas de como lidar com as crises existenciais:

1 – Busque o autoconhecimento

Todos passam por fases em que há sentimentos de incompletude e dúvidas sobre o que fazer da vida. Aceitar isso já é um grande passo para lidar com as crises existenciais.

Depois, é fundamental buscar se conhecer. O autoconhecimento é transformador e pode ajudar a identificar os pontos fortes e pontos a melhorar de cada um.

Leituras, meditação, yoga, atividades físicas são apenas alguns dos recursos que podem auxiliar o ser humano a ter uma vida com mais qualidade. Por meio do autoconhecimento, será mais fácil também identificar quais cursos, quais profissões têm mais a ver com o seu perfil.

2 – Procure ser grato pelas oportunidades

Diante de um mundo com tantas mazelas e pessoas passando por dificuldades, experimente ser grato pelo que já alcançou.

Por exemplo, você está prestes a começar um novo curso e isso é uma grande oportunidade. A gratidão é uma energia poderosa e que proporciona diversos benefícios.

3 – Faça uma lista das coisas que você gosta

Veja, nenhuma crise existencial dura pra sempre e cabe a cada um se colocar em movimento para sair dela. Pequenos passos podem gerar grandes mudanças. Por mais que você não perceba inicialmente.

Comece fazendo um exercício simples que é se ligar ao que te faz bem. O que você gosta de fazer, como se imagina daqui 10 anos e sinta os detalhes dessa experiência.

4 – Não se compare

Cada indivíduo tem o seu propósito e precisa seguir caminhos diferentes. A comparação só traz ainda mais angústia e pode te jogar mais na crise existencial.

Ser você é o seu maior poder e respeitar a si mesmo é a única forma de se sentir bem. Assim, quando você se compara, você desrespeita a sua trajetória. Aproveite e faça também uma lista das suas qualidades e de tudo que você já conquistou até agora.

5 – Busque apoio profissional

Para sair da crise existencial, o apoio profissional é a alternativa certeira. Em qualquer etapa da crise, mas, principalmente no início dela.

Se notou que algo está atrapalhando os seus objetivos de vida, então é hora de conversar, se abrir com um terapeuta. A Psicologia em sua ampla atuação tem métodos e técnicas apropriadas para lidar com qualquer crise. As adversidades sempre vão existir e ter ao seu lado pessoas capazes para te escutar e acolher faz tudo ficar mais fácil.

Este artigo foi útil para você? Então, aproveite para navegar e conferir outros conteúdos em nosso blog. Para saber sobre nossos cursos, visite nosso site.

Categorias: Diversos

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.