O momento de escolher o curso ao qual se vai prestar vestibular é uma decisão das mais importantes na vida de qualquer pessoa. O momento de escolher a faculdade também. Para pensar nessas questões, as avaliações do Ministério da Educação (MEC) são uma boa opção.

Então, se você se pergunta em qual faculdade estudar, de que forma ela pode influenciar sua carreira e como ela pode te ajudar a ter sucesso; você está no lugar certo.

Então, leia o texto até o final e descubra como verificar as avaliações do MEC e para o que elas servem!

Como funciona e para que serve a avaliação do MEC?

Uma carreira de sucesso passa muito por uma formação acadêmica qualificada e de excelência, permitindo que o aluno explore todas as potencialidades possíveis na sua área de estudo. E isso só será possível se ele estiver em uma faculdade que lhe possibilite extrair o máximo de conhecimento e aprendizado, daí a importância de se fazer todos os questionamentos mencionados acima.

Nem toda faculdade é capaz de ter uma estrutura física, de ensino ou de corpo docente adequada para as demandas de um curso. Assim, é bom avaliar com cuidado e cautela o histórico e a base curricular de uma instituição antes de optar por aquela em que você vai dedicar a sua formação.

A escolha equivocada pode significar uma perda de tempo e de dinheiro valiosos na estrada do saber. além disso, provoca uma imensa frustração no estudante.

Nesse sentido, é muito importante conhecer os critérios que avaliam e certificam a qualidade de uma instituição de ensino.

No Brasil, os cursos superiores são avaliados, de modo anual, quanto ao desempenho dos alunos, ou seja, o quanto os alunos estão aprendendo. Desse modo, fica registrado o quanto a instituição por meio dos seus professores e mecanismos de ensino consegue ensinar.

Entenda um pouco mais sobre como funcionam essas avaliações.

Regulamentação do MEC

A maneira mais eficaz, e básica, de avaliar a qualidade de uma faculdade é conferir a sua regulamentação perante o MEC.

As faculdades brasileiras devem seguir parâmetros definidos pelo MEC. Ele é o principal responsável à autorização para a criação de novos cursos no país. Assim, é o MEC quem assegura se uma faculdade é qualificada o suficiente para ofertar cursos aos estudantes.

Cabe ao MEC também a realização de fiscalizações anuais e a atribuição de notas para todas as instituições de ensino credenciadas. Dessa forma, ele consegue apresentar um diagnóstico mais preciso das instituições comprometidas com um ensino profissional e de qualidade.

A nota do MEC é um dos principais instrumentos de medição dessa qualidade. Trata-se de um conceito capaz de verificar se as instituições de ensino superior apresentam as condições apropriadas para a formação de novos profissionais.

Existem três ferramentas utilizadas para medir os indicadores de qualidade, dos cursos ofertados e do desempenho dos alunos de uma faculdade.

O Enade

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é um deles. Esse é um teste aplicado, de modo anual, tanto para avaliar cada curso dentro de uma faculdade quanto a instituição como um todo. Isso, então, é feito a partir de uma análise sobre o grau de aprendizado dos alunos que estão começando e terminando o curso superior. O MEC procura observar como está o desenvolvimento dos estudantes, bem como as suas habilidades e competências em relação aos conteúdos.

Além do nível de saber demonstrado pelos alunos no Enade, o MEC também avalia as graduações acadêmicas dos professores, mensurando, assim, a quantidade desses profissionais que são mestres e/ou doutores. Também as instalações e os recursos da instituição são julgados pelo MEC.

A pontuação da prova varia de 0 a 5, oferecendo uma avaliação geral sobre o desempenho dos alunos de um determinado curso e se essa performance cumpre com os critérios de satisfação do MEC.

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é outra ferramenta de avaliação. Ele mede a qualidade do corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos e outros elementos que interferem na qualidade dos cursos.

Por fim, como o marcador mais importante, o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) mede a qualidade da instituição de ensino em seu todo. Ele faz com que o seu cálculo seja determinante para a avaliação final de uma faculdade.

O Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é o órgão responsável por aplicar esses três indicadores. Em seu site, é possível verificar qual a nota que uma faculdade tem em cada uma das ferramentas de avaliação.

Sendo assim, antes do vestibular o estudante já pode acessar o site do Inep e fazer uma pesquisa detalhada sobre as faculdades de preferência para o seu curso, conseguindo traçar um comparativo de desempenho das instituições em cada uma das medições, o que vai propiciar uma maior segurança na hora de escolher a ideal.

Para acessar a nota do MEC que uma faculdade específica tem, você deve ainda acessar o site do eMEC. Nele você pode fazer uma pesquisa detalhada e interativa pela instituição desejada.

De uma forma geral, o MEC dá as notas das faculdades baseadas em parâmetros de avaliação do corpo docente da instituição, assim como do desempenho do estudante, além da infraestrutura e do projeto pedagógico da mesma.

Dessa forma, quanto mais elevada for a nota de uma instituição, melhor será a colocação de uma faculdade.

As notas do MEC

As notas de avaliação variam entre 0 e 5. Quanto mais baixas, mais insatisfatórias são as condições de excelência do ensino, significando, assim, que os requisitos exigidos pelo MEC não são atendidos, como se gostaria.

Já a nota máxima 5 é o símbolo da excelência do ensino. Essa nota demonstra, então, que aquela instituição é capaz de oferecer cursos de alto nível e que atende às exigências do MEC.

O conceito de uma faculdade, atestada pelo MEC por meio das avaliações, cumpre alguns objetivos. Ele permite, assim, que as faculdades tenham um parâmetro de medição regular da sua atuação, com adequações que visem melhorar aspectos do seu ensino que possam ser aprimorados.

Da mesma forma, o conceito do MEC diz da melhoria da qualidade do ensino superior. Ele visa padronizar normas e implantar políticas públicas.

E acima de tudo, as avaliações do ensino superior conduzidas pelo MEC servem de referência para os alunos que desejam ingressar nas faculdades. Elas permitem que as suas escolhas sejam as mais embasadas possíveis.

Gostou do conteúdo? Continue lendo nosso blog! Aproveite e venha conhecer os nossos cursos!

Categorias: Diversos

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.