Para combater o câncer e encontrar maneiras de divulgar as políticas públicas do tema em diversas nações, o Dia Mundial do Câncer, que é hoje, 04 de fevereiro, surgiu por uma iniciativa mundial. A pauta é chance única de fazer diferença em inúmeras realidades. Podendo, ainda, ser a peça-chave para a sobrevivência.

O câncer é um diagnóstico que causa medo, insegurança e pânico porque revela o encontro com uma borda limite. Revela os temores da finitude, da morte, de uma trajetória interrompida. Uma doença grave, ao extremo, e que atinge milhões de pessoas ao redor do mundo.

Você sabe qual é a importância de uma campanha como o Dia Mundial do Câncer? Como os profissionais de saúde atuam no combate diário à mortalidade causada por esta patologia? Entenda agora e surpreenda-se:

O que é o Dia Mundial do Câncer?

Comemorado sempre no dia 4 de fevereiro, o Dia Mundial do Câncer é uma iniciativa na qual diferentes países se unem para lutar contra essa epidemia. Seu objetivo é impedir milhões de mortes que poderiam ser evitáveis.

Para isso, a iniciativa se vale do aumento de conscientização e da geração de educação sobre o carcinoma. Isso se dá por meio de uma campanha forte, necessária e que precisa se fazer cada vez mais presente em diferentes âmbitos da sociedade.

Com isso, além de atender às diferentes prioridades quanto às organizações e de oferecer suporte por meio do desenvolvimento de ferramentas, a iniciativa orienta os movimentos locais. Mas, a meta desta data vai muito além disso.

A iniciativa também tem como foco pressionar governos e líderes de inúmeras nações a fim de que novas medidas sejam tomadas contra esta doença. Além disso, fazer com que os avanços e patrocínios em torno das pesquisas sejam ainda mais alavancados.

Essa iniciativa já completou mais de 20 anos. Mas, é possível conjecturar que existe um caminho longo em prol desta empreitada. E é justamente por isso que manter a campanha viva se torna um fator ímpar em meio a todo este processo.

A importância da conscientização sobre o tema

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), existem, em média, cerca de 18 milhões de casos sendo descobertos por ano. E destes, mais da metade dos pacientes chegarão ao óbito – o que significa que nove milhões de pessoas morrerão em consequência desta doença.

Aqui no Brasil, ainda seguindo os dados fornecidos pela INCA, existem mais de 309 mil casos atingindo homens, de modo anual. Assim, as especificações de próstata, cólon e reto são as mais frequentes entre o sexo.

Por sua vez, no que diz respeito ao público feminino, a incidência é de 316 mil ocorrências por ano, uma discrepância de 2.2%. Mas, que significa cerca de sete mil vidas – o que não faz com que a estatística seja ignorada e, muito menos, negligenciada.

Para elas, os principais carcinomas aparecem na mama, no cólon e reto, além do colo do útero. E, assim, diante de um cenário como este, é muito simples entender as campanhas e políticas públicas voltadas à saúde da mulher, bem como a prevenção quanto a algumas doenças.

O fato é que, por mais que o Brasil invista em movimentos como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, ainda existe uma lacuna para outros tipos graves de câncer que acometem as pessoas. São eles: o linfoma, a leucemia, o que atinge o sistema nervoso central e muitas outras variantes que não recebem os mesmos holofotes.

Por esta razão, reservar uma data para dar palco a este tema de maneira tão intensa é um modo de lançar luz sobre a questão. E o câncer ainda é tido como um tabu e, por muitas vezes, se mantém escondido até que seja – literalmente – tarde demais.

O protagonismo dos profissionais da saúde nesta campanha

O câncer não é somente um problema de saúde, é uma questão complexa que envolve os direitos sociais e econômicos de uma pessoa. E, óbvio, os direitos de desenvolvimento e também humanos.

Os números listados acima são alarmantes. No entanto, um dos maiores objetivos do Dia Mundial do Câncer é fazer com que as pessoas não interpretem este diagnóstico como uma pura sentença de morte. E é neste conceito que os profissionais surgem.

Alguns cânceres, que antes eram considerados mortais, são tratáveis e, em alguns casos, curáveis. Graças aos avanços na compreensão dos fatores de risco, junto com a prevenção, assim como com a detecção precoce e o tratamento rápido, o gerenciamento desta condição teve resultados surpreendentes. E são os especialistas da saúde que se posicionam na linha de frente para que isso aconteça.

Afinal, são os profissionais da saúde que conscientizam a população em prol da realização dos exames preventivos e de uma rotina consistente de rastreamento. Eles impõem, ainda, esforços reais para que a lesão seja identificada depressa, gerando um prognóstico de recuperação total do paciente.

Além disso, são os profissionais de saúde que educam os indivíduos a escolherem um estilo de vida mais saudável, evitando o fumo, minimizando o consumo de álcool, bem como mantendo uma dieta saudável. São eles a estabelecerem uma rotina de exercícios e de evitação da exposição excessiva à luz solar, radiação e poluição.

Logo, por mais que a batalha seja árdua e que todos os momentos sejam de intensa complexidade e luta, são os médicos, psicólogos, fisioterapeutas e até dentistas que se colocam como suporte, alertando a população sobre como precaver-se de estar nesta condição. Assim, acolhe-se familiares e pacientes, orienta o trajeto e dá uma luz quando tudo parece tão escuro.

O nosso papel nesta campanha

Como dito anteriormente, são os profissionais de saúde que abraçam, diariamente, a luta contra o câncer. E nós, como uma Instituição de Ensino Superior, temos orgulho de formar, semestralmente, uma série de indivíduos que poderão exercer este papel com ética, afinco e, acima de tudo, a vontade de salvar vidas.

Por este motivo, voltamos a nossa metodologia para que os nossos cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão Acadêmica abordem esta questão a fundo, preparando os alunos para esta rotina e provocando-os ainda mais a fazerem parte da campanha.

Por aqui, temos orgulho de levarmos conscientização, informação e dignidade à população e é com este carinho que olhamos para uma data tão marcante e tão necessária na atualidade. Que tal conhecer o nosso trabalho e fazer parte deste ciclo? Para saber mais, acesse o nosso site e blog!

Categorias: Diversos

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.